Prefeitura decreta luto oficial de 3 dias pela morte de Jaime Lerner

A Prefeitura de Curitiba decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná Jaime Lerner, ocorrida nesta quinta-feira (27/5), aos 83 anos.

“Lerner costumava dizer com entusiasmo e sabedoria: ‘Quem cria, nasce todo dia’, lembrou o prefeito Rafael Greca.

Essa abordagem de vida levou ao que Greca chama de “legado admirável” produzido pelo arquiteto e urbanista.

“Foi um notável urbanista, um prefeito transformador, um dos mentores da valorosa equipe que moldou a história recente da Curitiba urbana”, completou o prefeito.

O trabalho de Lerner contempla uma lista ampla de locais marcantes na capital: do Teatro Paiol ao calçadão da rua das Flores; do Parque Barigui à Ópera de Arame; do Jardim Botânico de Curitiba ao Jardim Zoológico do parque do Iguaçu; da Cidade Industrial de Curitiba ao sistema BRT, copiado em pelo menos 250 cidades do mundo.

Vida

Jaime Lerner se formou na turma de 1964 da Escola de Arquitetura da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O trabalho de criação da Curitiba urbana foi trilhado a partir da elaboração do Plano Diretor de Curitiba, entre os anos de 1962 e 1965, na Assessoria de Pesquisa e de Planejamento Urbano, embrião do atual Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) que ajudou a fundar e depois presidiu.

“Lerner foi grande e foi nosso”, diz o prefeito.  “Um homem é eterno quando sua memória permanece. O coração curitibano é parte do legado de Jaime Lerner. Famoso e consagrado urbanista também no mundo.”

Impacto dos projetos

No Plano Diretor de 1962, foram traçadas as linhas mestras que regem o destino da cidade até hoje. Orientações de planejamento transformadas em prática, quando Jaime Lerner foi indicado prefeito da cidade pela primeira vez, em 1971.

Planos viabilizados na forma de projetos e obras que elevaram Curitiba como referência pela prioridade aos cidadãos, com a Rua XV de Novembro fechada exclusivamente aos pedestres; a implantação de uma rede de parques para evitar cheias, preservar as margens dos rios e garantir o lazer à população e a emblemática criação dos ônibus expresso que deram origem aos BRTs, circulando em canaletas exclusivas, margeadas por vias de ligação nos sentidos bairro-centro e centro-bairro, formando o sistema trinário.

Esse modelo de transporte induziu o desenvolvimento e serviu de ferramenta ao zoneamento urbano, com o adensamento maior sendo permitido ao logo das estruturais, atendidas com moradia, comércio e serviços.

Entre as ações na área social, dedicou, ao lado da mulher, a curitibana Fani Lerner (falecida em 2009) à criação do programa “Vale Creche”, pioneiro no país.

Lerner foi prefeito de Curitiba por três vezes, sendo indicado indiretamente entre 1971 e 1974 e 1979 e 1983. Foi eleito em 1989 num mandato que terminou em 1992, quando foi sucedido por Rafael Greca. Lerner também foi por duas vezes (1995/98 e Jaime Lerner (1999/2002), Jaime Lerner sempre teve a cidade e o seu habitante como referências.

“Curitiba irá honrar para sempre o nome de Jaime Lerner, merecedor de nosso mais profundo respeito”, completa o prefeito.

Ippuc

Segundo o atual presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur, o zoneamento de Curitiba evolui até hoje sobre uma mesma plataforma criada por Lerner.

“Os nossos parques, o nosso transporte e o porque, com visão de futuro e dentro do possível, Lerner transformou inciativas em planos, projetos e obras para uma cidade melhor aos seus habitantes”, diz Jamur.

“O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) é grato a Jaime Lerner, um dos seus fundadores, por plantar em nossa terra a semente do planejamento.”

Informações da Prefeitura Municipal de Curitiba