Presidente da CPP justifica veto à imprensa na sessão do caso do vereador Valtão

Ele alegou que a reunião foi fechada por ‘segurança jurídica’

A polêmica da reunião sigilosa da Comissão Parlamentar Processante contra o vereador Valtão, na terça-feira (6), voltou a ser assunto na Câmara Municipal de Ponta Grossa.

O presidente da comissão, vereador Filipe Chociai, subiu à tribuna para se justificar sobre a decisão em não permitir a entrada da imprensa e do público durante os interrogatórios no início da semana.

Ele negou que a comissão tenha algo a esconder e alegou que a reunião foi fechada por ‘segurança jurídica’, porque neste momento estão na etapa de ‘produção de provas’.

O caso gerou uma nota de repúdio do Sindicato dos Jornalistas do Paraná.

Veja mais detalhes na reportagem do Tribuna da Massa desta quinta-feira (8):