Preso segundo suspeito de atentado que acabou com padrasto e criança assassinados

A DHPP pede apoio da população para encontrar outros envolvidos

A Polícia Civil do Paraná prendeu temporariamente um homem suspeito do homicídio de Paulo Sérgio Pereira e do enteado de três anos. O crime ocorreu em fevereiro deste ano, no Parolin, em Curitiba. Um dos indivíduos foi capturado no dia 7 de abril, no mesmo bairro.  

Na ocasião, o homem preso e mais três pessoas invadiram a casa da vítima, que tentou fugir mas foi atingida pelos disparos, que também vitimaram a criança.   

(Reprodução/Polícia Civil)

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) solicita a colaboração da população com informações que auxiliem na identificação dos suspeitos.

Denúncias

A denúncia pode ser feita de forma anônima pelos telefones 197 da PCPR, 181 Disque Denúncia ou pelo 0800-643-1121, diretamente à equipe de investigação. 

O crime

Dois homens armados passaram atirando em direção à residência das vítimas, na Rua João Parolin, e acertaram Paulo Sérgio Pereira. O homem, segundo os bombeiros, morreu na hora. Já a criança chegou a ser socorrida até o Hospital do Trabalhador, mas também não resistiu.

(Foto: Arquivo/Rede Massa)

Colaboração Polícia Civil