Programas de cuidado com a água são desenvolvidos no Litoral do Paraná

Nesta segunda-feira (22) é celebrado o Dia Mundial da Água, por isso, é essencial lembrar a importância que o recurso possui para o mundo. No Paraná, mais de 20 programas para a preservação da água do mar e das baías de Paranaguá e Antonina são realizados pela empresa pública Portos do Paraná.

“A atividade portuária está diretamente ligada à água. Nossos mares e oceanos são muito mais que vias de navegação. São fonte de alimento, renda e vida”, destaca o diretor de Meio Ambiente da Portos do Paraná, João Paulo Santana

Dos programas, cinco deles são de monitoramento do ecossistema aquático. A qualidade da água é monitorada em 32 pontos. As análises acontecem no complexo estuarino de Paranaguá e no mar aberto, além da Ilha do Mel. Os sedimentos do leito marinho são analisados trimestralmente, em 23 pontos de monitoramento. Ao todo, são 38 parâmetros verificados, em cada uma das amostras recolhidas.

Outro indicador da qualidade ambiental é a biota aquática. O monitoramento já identificou mais de 100 espécies de peixes, 60 espécies de crustáceos e centenas de microrganismos planctônicos e bentônicos. Também é feito o acompanhamento de botos e de aves marítimas.

Nos programas de controle ambiental, a empresa portuária realiza o gerenciamento de efluentes. Para isso, são monitorados os resíduos líquidos e as águas pluviais em seis pontos do porto de Paranaguá.

Educação ambiental

A Portos do Paraná promove campanhas de comunicação social, com foco no cuidado e na economia da água. “Inclusive, trouxemos para a campanha o problema da escassez hídrica que o Estado atravessa”, salienta o diretor. A partir de hoje (22) é iniciada uma ação para a redução no consumo do recurso.

Colaboração AEN