Queda na procura por materiais escolares preocupa comerciantes

No dia 18 de fevereiro as aulas retornam na Rede Estadual de Ensino em formato hibrido, com parte dos estudantes assistindo no presencial e a outra acompanhando, ao mesmo tempo, online. Por isso o comércio já está se preparando para as vendas de material escolar.

Embora houvesse uma expectativa de aumento no movimento a realidade é outra. A procura nas lojas caiu em até 70% em relação ao ano passado. Devido a pandemia, os pais permanecem na incerteza de como será o ano letivo e se devem ou não investir nos materiais, o que preocupa os comerciantes. Mesmo com descontos e ofertas sendo feitos alguns utensílios sofreram aumento nos preços, dificultando ainda mais as vendas.

Para mais informações assista a reportagem completa do Tribuna da Massa Maringá desta sexta-feira (08):