Rússia consulta população de cidades ucranianas sobre fronteiras

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, informou, nesta segunda-feira (3), que irá consultar a população das cidades ucranianas de Kherson e Zaporizhzhia para definir as fronteiras. Os municípios foram anexados pela Rússia na semana passada, ação considerada ilegal pela comunidade internacional.

“A configuração [das fronteiras] dependerá apenas da vontade das pessoas que vivem nesses territórios”, disse Peskov. No caso de Donetsk e Luhansk, não será preciso definir as fronteiras, uma vez que o governo russo reconheceu as regiões como separatistas em fevereiro, pouco antes de invadir a Ucrânia. 

Segundo o porta-voz, a Câmara russa deve ratificar as leis de anexação, assinadas pelo presidente Vladimir Putin na última sexta-feira (30), ainda hoje com os representantes pró-Moscou das quatro cidades. Os documentos apontam que a língua oficial será russo, embora o uso do ucraniano seja permitido. A moeda nacional, por sua vez, será o rublo.

Informações SBT News