S&P 500 tem melhor dia desde junho com estímulos e vacinas

Por Noel Randewich

(Reuters) – O índice S&P 500 deu um salto nesta segunda-feira, em seu melhor dia desde junho, com os mercados de títulos acalmando-se após uma liquidação que durou um mês, enquanto a aprovação pelos Estados Unidos de outra vacina contra a Covid-19 e o aval a novo estímulo fiscal fortaleceram expectativas de uma rápida recuperação econômica.

As ações da Johnson & Johnson valorizaram-se 0,5%, terminando abaixo das máximas da sessão. A empresa começou a distribuir sua vacina de dose única, que se tornou no fim de semana o terceiro imunizante contra a Covid-19 autorizado nos Estados Unidos.

O presidente dos EUA, Joe Biden, obteve sua primeira vitória legislativa depois de a Câmara dos Deputados aprovar seu pacote de auxílio contra o coronavírus, no montante de 1,9 trilhão de dólares, na madrugada de sábado. O projeto agora segue para o Senado.

Os yields dos Treasuries diminuíram, após um rápido aumento no mês passado devido a expectativas de inflação acelerada em razão de apostas na recuperação econômica. Os yields dos Treasuries de dez anos estavam em 1,449%, depois de atingirem uma máxima em um ano, de 1,614%.

“O sentimento é pró-risco, com mais investidores mostrando interesse em ações cíclicas, enquanto uma campanha de vacinação positiva e melhores números macroeconômicos indicam um ambiente de crescimento melhor”, disse Keith Buchanan, gestor de portfólio da Globalt, em Atlanta.

Dados mostraram que a atividade fabril dos EUA cresceu no ritmo mais rápido em três anos em fevereiro, em meio a uma aceleração no volume de novos pedidos.

Todos os 11 setores do S&P 500 subiram nesta sessão, liderados por finanças e tecnologia.

O índice Dow Jones subiu 1,95%, a 31.536 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 2,379072%, a 3.902 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 3,01%, a 13.589 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH20243-VIEWIMAGE