Trigo, soja e milho avançam em Chicago, mas seguem abaixo de máximas recentes

Por Mark Weinraub

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros do trigo negociados nos Estados Unidos avançaram nesta segunda-feira, liderados por um ganho de 2,2% na referência do trigo soft vermelho de inverno na bolsa de Chicago, à medida que operadores se concentram nas condições da safra após o frio excessivo em importantes regiões produtoras.

“O trigo está recebendo uma dose de suporte do tempo frio nos países exportadores do Mar Negro”, disse o gerente de riscos em commodities da StoneX, Matt Ammermann. “Os mercados globais do trigo seguem focados na necessidade de substituir as ofertas da Rússia após as tarifas de exportação de grãos do país.”

Os ganhos no trigo deram apoio aos futuros do milho, enquanto a soja engatou um rali diante do ritmo lento de colheita no Brasil, que gera expectativas de uma janela maior para as exportações norte-americanas.

As três commodities permaneceram dentro do intervalo recente de negociações, após atingirem máximas de vários anos no início de 2021.

“Os mercados precisam tomar um fôlego”, afirmou Dan Hussey, estrategista sênior do Zaner Group. “Tivemos um grande movimento altista, mas os mercados de alta precisam ser alimentados.”

O contrato maio do trigo soft vermelho de inverno em Chicago fechou em alta de 14,25 centavos de dólar, a 6,6975 dólares por bushel.

O milho para maio avançou 8,75 centavos, para 5,5050 dólares o bushel, e o vencimento maio da soja subiu 7,50 centavos, a 13,8750 dólares/bushel.

(Reportagem adicional de Colin Packham, em Camberra, e Michael Hogan, em Hamburgo)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1L1GD-VIEWIMAGE