Velocidade excessiva foi causa principal do acidente de Tiger Woods, diz polícia

Por Sharon Bernstein e Maria Caspani

Carro de Tiger Woods é rebocado após acidente em Los Angeles

(Reuters) – Velocidade excessiva foi a principal causa de um acidente de carro em fevereiro envolvendo o jogador de golfe Tiger Woods, informou o Departamento do Xerife de Los Angeles, nesta quarta-feira.

Ao passar por um trecho notoriamente perigoso da estrada na comunidade de Rolling Hills Estates, em Los Angeles, o carro de Woods atingiu velocidades de 135 a 140 quilômetros por hora quando o golfista perdeu o controle, disse o capitão James Powers, do Departamento do Xerife de Los Angeles, em entrevista coletiva.

O veículo estava a 120 quilômetros por hora quando bateu em uma árvore, disse.

A chamada “caixa preta” do carro mostrou que Woods nunca pisou no freio durante o incidente, em vez disso, apertou o acelerador, indicando que ele pode ter se confundido os pedais e pisado no acelerador em vez do freio ao tentar controlar o carro, disse James.

(Por Sharon Bernstein e Maria Caspani)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH361HA-VIEWIMAGE

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!
ENTRAR NO GRUPO
Compartilhe essa matéria nas redes sociais
Ative as notificações e fique por dentro das notícias
Ativar notificações
Dá o play plus-circle Created with Sketch Beta. Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas plus-circle Created with Sketch Beta. A opinião em forma de notícia
Alorino
Antônio Carlos
Claudia Silvano
Edvaldo Corrêa
Fabiano Tavares
Gabriel Pianaro
chevron-up Created with Sketch Beta.