Venezuela aprova uso da vacina contra Covid-19 da chinesa Sinopharm

CARACAS (Reuters) – A Venezuela aprovou o uso da vacina da chinesa Sinopharm contra o coronavírus, anunciou o Ministério da Saúde nesta segunda-feira, depois de começar a aplicar a vacina russa Sputnik V no mês passado.

O ministério não especificou quantas doses da Sinopharm vai adquirir ou quando elas chegariam. O presidente Nicolás Maduro havia dito anteriormente que o país estava em negociações com a China sobre o possível uso de suas vacinas.

“Graças à cooperação entre a China e a Venezuela, podemos cuidar da saúde e da vida de nosso povo”, escreveu o ministério no Twitter.

A Venezuela disse que recebeu as primeiras 100.000 doses da Sputnik V em 13 de fevereiro e investiu 200 milhões de dólares para comprar 10 milhões de doses para o país de cerca de 25 milhões de habitantes.

(Reportagem de Vivian Sequera em Caracas e Luc Cohen em Nova York)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH20291-VIEWIMAGE