Volume de serviços cresceu 0,7% em agosto, diz IBGE

O volume de serviços expandiu em agosto e alcançou quase o ponto mais alto da série histórica, em novembro de 2014. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor cresceu 0,7% em comparação com julho, registrando 10,1% acima do nível pré-pandemia – fevereiro de 2020.

O resultado foi acompanhado por três das cinco atividades pesquisadas, com destaque para outros serviços (6,7%), que se recuperaram da queda de 5,0% no mês anterior, e informação e comunicação (0,6%). A outra expansão foi dos serviços prestados às famílias (1,0%), enquanto os serviços administrativos mostraram estabilidade.

No acumulado do ano, o setor apresentou expansão de 8,4%, com quatro das cinco atividades de divulgação apontando taxas positivas e crescimento em 66,9% dos 166 tipos de serviços analisados. A contribuição positiva mais importante ficou com o ramo de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (13,8%). 

No geral, os serviços avançaram em 18 das 27 unidades da federação, quando comparado com o mês anterior. Os impactos positivos mais importantes foram procedentes de São Paulo (1,6%), Distrito Federal (5,0%), Minas Gerais (1,0%) e Rio de Janeiro (0,5%). Goiás (-3,4%) e Rio Grande do Sul (-1,1%), por outro lado, estão entre as quedas.

Informações SBT News