Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Acusado de assassinatos tatua nas costas 'cemitério' das vítimas

(Foto: Polícia Civil) - Acusado de assassinatos tatua nas costas 'cemitério' das vítimas
(Foto: Polícia Civil)

Um homem, acusado de cometer três assassinatos, chocou a população de Belém, no Pará, ao tatuar nas costas um ‘cemitério’ das vítimas. O acusado, de 49 anos, foi preso no último domingo (21), suspeito de obrigar a própria filha a tomar chumbinho.

A vítima, de 21 anos, era abusada sexualmente pelo pai desde os oito anos, e chegou a ter dois filhos de Marcelo de Jesus Reis Rabelo. A jovem está internada em estado gravíssimo no Pronto Socorro Mário Pinotti, na área central da cidade. A denúncia foi feita por um parente.

De acordo com a delegada da Seccional de Icoaraci, Eliete Alves, o homem confessou ter envenenado a filha e disse que a tatuagem representa os crimes que cometeu. “Ele tatuou uma sepultura para cada pessoa que matou”.

(Foto: Polícia Civil)(Foto: Polícia Civil) 

Rabelo foi detido pela primeira vez em 1995. Além dos homicídios, o homem responde por crimes como violação de sepultura, violação de cadáver, estelionato, roubo e lesão corporal. Preso desde 2013, ele fugiu no dia 17 de dezembro de 2017 da Colônia Agrícola de Santa Isabel, nordeste do Pará, dois dias após ter sido beneficiado com o regime semiaberto.

O acusado foi encaminhado para a Seccional de São Brás e aguarda transferência para o sistema penal.

Informações G1

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo