Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Com cruzes, fiéis vão a Pirapora, em SP

Milhares de romeiros estavam na estrada, na manhã desta quarta-feira, 17, em direção ao santuário de Pirapora do Bom Jesus, na região metropolitana de São Paulo. A cidade, de 16 mil habitantes, deve receber mais de 100 mil fiéis durante esta Semana Santa, segundo a prefeitura. Os romeiros vão depositar no santuário do Bom Jesus cerca de mil cruzes de todos os tamanhos.

O grupo do autônomo Reinaldo do Amaral estava na estrada desde as 12 horas da segunda-feira passada, quando saiu de Tatuí, região de Sorocaba. Ontem, os 60 caminhantes percorriam a Estrada dos Romeiros, entre Itu e Cabreúva. "Esperamos chegar ao santuário às 8 horas de sexta (amanhã), para assistir à missa, após andar 105 quilômetros", disse Amaral. O grupo se revezava para carregar uma cruz de madeira de 7 metros, pesando cerca de 80 quilos. Essa é a nona romaria do grupo, mas Amaral faz o percurso há 41 anos.

Outro grupo de Tatuí, com seis romeiros do bairro Boqueirão, levava uma cruz imensa, com 21 metros. Maior que a deles, só a cruz de 33 metros e 200 quilos levada por um grupo de Porangaba, liderado pelo caminhoneiro Rafael Leonardo Pereira Silveira, de 28 anos. O grupo saiu na madrugada do sábado passado e esperava chegar na manhã desta quinta-feira, 18, após 130 km de jornada.

O aposentado João Correia, de 65 anos, disse que o tamanho da cruz não era o mais importante. "Não é uma competição, o que importa é a fé."

Preparação

A cidade se preparou para receber as romarias. De hoje até amanhã, o santuário permanecerá aberto 24 horas seguidas. Na Sexta-Feira Santa, serão celebradas missas de hora em hora, a partir das 5 horas. Na Casa da Cultura, uma exposição fotográfica mostra as manifestações de fé.

A tradição teve início em 1725, quando o morador José de Almeida Naves encontrou uma imagem do Bom Jesus numa corredeira e pediu licença à Igreja para construir uma capela. A primeira festa em louvor ao padroeiro foi realizada em 1730, dando origem às primeiras romarias. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo