Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Dois morrem em confronto durante operação na Maré

Duas pessoas morreram em operação da Polícia Militar no Conjunto de Favelas da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, 21. Segundo a PM, seriam traficantes que trocaram tiros com policiais. A ação é um desdobramento da investida na Cidade de Deus, onde, no fim de semana, quatro policiais morreram na queda de um helicóptero durante um tiroteio e sete traficantes foram executados.

Na Maré, estão sendo empregados quatro unidades do Comando de Operações Especiais - Batalhão de Operações Especiais (Bope), Batalhão de Choque, Batalhão de Ação com Cães (BAC) e Grupamento Aeromóvel (GAM). Graças aos cães, foi apreendida grande quantidade de drogas durante buscas nas comunidades da Nova Holanda e no Parque União. Na Nova Holanda, houve confronto, e dois homens que estavam com uma pistola, uma submetralhadora e drogas, segundo a PM, morreram no local. Os policiais também recuperaram três sacolas de relógios roubados.

No Parque União, o Batalhão de Choque prendeu três suspeitos com duas granadas, um colete balístico e o equivalente a quatro quilos de cocaína. Dois suspeitos ficaram feridos e foram levados ao Hospital Federal de Bonsucesso. Com eles, foram apreendidos duas pistolas e um rádio transmissor.

No perfil Maré Vive, no Facebook, alimentado por moradores, há relatos de tensão no complexo nesta segunda-feira. "Ainda rolando operação. Dessa vez, com invasões. Moradores apavorados na Nova Holanda, no local denominado Tijolinho. Não queremos ser assassinados", uma pessoa escreveu.

Mais cedo, outra compartilhou: "Caveirão (veículo blindado) circulando pela Rua Brasília, no Parque União. É o mundo se acabando em tiro. Sem aulas nas escolas. Pessoas impedidas de trabalhar."

A violência deixou cerca de 14 mil alunos sem aulas manhã desta segunda-feira nas duas regiões, Cidade de Deus e Maré. Na Cidade de Deus e nos bairros próximos, Gardênia Azul e Anil, 14 escolas, cinco creches e seis Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDI) (estas, unidades voltadas à primeira infância), estão fechadas, e 7.058 estudantes ficaram em casa.

Já na Maré, são 13 escolas, três creches e doze EDIs sem atendimento, em um total de 7.194 alunos sem aulas. A Secretaria Municipal de Educação informou que o conteúdo será reposto nos dois casos.