Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Escolas de SP terão sala tecnológica

(Foto: Ilustração) - Escolas de SP terão sala tecnológica
(Foto: Ilustração)

Furadeiras, computadores, impressora 3D, cortadora a laser e máquina de costura estão entre os elementos a serem utilizados em sala de aula no Laboratório de Educação Digital (LED) que foi inaugurado nesta quarta-feira, 22, pela gestão João Doria (PSDB) no Centro Educacional Unificado (CEU) Pêra Marmelo, no Jardim Santa Lucrécia, zona norte de São Paulo. O modelo faz parte do projeto CEU 21, que, segundo a Prefeitura, deve ser levado para os 46 CEUs e toda a rede municipal até 2020.

"A gente está propondo outra forma de ensinar e de aprender, porque a sala tem coisas simples, que as pessoas têm em casa, e computadores, equipamentos de robótica, que poderão ser usados por alunos de 6 a 15 anos", disse o secretário de Educação, Alexandre Schneider.

O investimento no primeiro laboratório foi de R$ 215 mil, realizado pela Fundação Lemann, que também vai investir o mesmo valor em outros dois laboratórios que serão inaugurados nos CEUs Feitiço da Vila e Capão Redondo, na zona sul, no próximo ano.

Rafael Antonio Ferreira, de 11 anos, foi na tarde desta quarta ao CEU para conhecer as instalações do novo laboratório. "Já fazia (aula de) robótica, mas não chegamos a programar (o secretário promete inclusão da disciplina na grade do próximo ano). Gosto das aulas de tecnologia", disse.

"Antes, a gente tinha um laboratório com 20 computadores antigos e 36 alunos. Era lan house. Isso agora abre a possibilidade de sonharem mais alto", avaliou a professora Ana Claudia Tavares. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo