Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Imprensa internacional destaca a morte de Ricardo Boechat

Os principais diários do mundo destacaram em seus sites o acidente aéreo em que morreram nesta segunda-feira, 11, o jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos, e o piloto Ronaldo Quattrucci, sócio-proprietário da empresa RQ Helicópteros.

Em seu site, a emissora pública britânica BBC afirmou que Boechat era "um dos mais conhecidos jornalistas do Brasil" e destacou a reação nas emissoras locais que, em suas transmissões ao vivo, relataram "o triste momento para o jornalismo brasileiro".

A BBC também destacou algumas mensagens publicadas no Twitter por usuários que lamentavam a morte do jornalista e âncora. "Serei eternamente grata pelo trabalho impactante que ele fez e pelo legado que deixou", escreveu, em inglês, a internauta Malu Macedo em uma das mensagens selecionadas pela BBC.

O diário argentino La Nación noticiou a morte de Boechat e destacou o fato de o jornalista, de 66 anos, "ter nascido em Buenos Aires" quando seu pai, Dalton, um diplomata, trabalhava no país - a mãe de Boechat, Mercedes Carrascal, é argentina.

O jornal também relatou o fato de Boechat ter dedicado boa parte de sua coluna diária no rádio no dia em que morreu a discutir as últimas tragédias no Brasil e publicou trecho da declaração do presidente Jair Bolsonaro sobre o acidente.

O Clarín, outro periódico argentino, publicou dois textos sobre a morte de Boechat, um em espanhol e outro em português. No primeiro, relata as informações que se sabia até o momento sobre o acidente. No segundo, em português, diz que caso comoveu o Brasil "e colegas da Argentina".

O portal disse ainda que a notícia sobre a morte de Boechat foi a mais lida no site do Clarín em espanhol e relembrou o fato de que, em 2015, ele participou de evento na Universidade de Buenos Aires (UBA) sobre os debates presidenciais.

Em seu resumo diário, o Washington Post reproduziu uma nota da agência Associated Press sobre a morte de Ricardo Boechat. Com o título "Âncora de TV brasileira morre em queda de helicóptero", o site chama o jornalista de "premiado âncora" e destaca a conquista do "principal prêmio jornalístico do Brasil três vezes por reportagens sobre corrupção".

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo