Ministério da Saúde inclui tratamento para doença na válvula cardíaca no SUS

O Implante Transcateter da Válvula Aórtica (ITVA), para tratamento da estenose aórtica grave, foi incluído na Tabela de Procedimento, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do Sistema Único de Saúde (SUS) pelo Ministério da Saúde. 

O implante é um procedimento invasivo mínimo. Permite a correção da válvula cardíaca afetada pela estenose aórtica, uma doença caracterizada pela obstrução da estrutura cardíaca e que afeta cerca 5% da população com mais de 75 anos. Ou seja, um em cada 20 idosos.

O pedido de habilitação deverá ser formalizado pelos hospitais aptos a realizar o procedimento juntamente às respectivas gestões em saúde, às quais competirá o cadastramento e a instrução da proposta de habilitação por meio do Sistema de Apoio à Implementação de Políticas em Saúde – SAIPS.

Informações do SBT News