Casos diários de Covid na Alemanha sobem acima de 200 mil e provoca falta de trabalhadores

BERLIM (Reuters) – O número de novas infecções pela Covid-19 na Alemanha superou os 200 mil em apenas um dia pela primeira vez nesta quinta-feira, provocando impacto na disponibilidade de trabalhadores em empresas como a Lufthansa Cargo.

O Instituto Robert Koch de doenças infecciosas registrou 203.136 testes positivos nas últimas 24 horas, 69.600 casos a mais que o mesmo dia uma semana atrás.

A incidência semanal por 100 mil pessoas cresceu para 1.017 a partir de 941 no dia anterior, enquanto outras 188 pessoas morreram, levando o número total de mortos na Alemanha desde o início da pandemia, no início de 2020, para 117.314.

O número crescente de infecções levou a ausências de profissionais em setores como logística, saúde e cuidados infantis.

O braço cargueiro da companhia aérea Lufthansa disse que a escassez de pessoal em seu hub em Frankfurt significa que a empresa está atualmente impossibilitada de realizar serviços de triagem em fretes individuais para os Estados Unidos, Canadá e Europa.

“Apesar das medidas preventivas abrangentes, estamos sentindo agora claramente o número crescente de infecções”, disse a Lufthansa Cargo à Reuters na quinta-feira, acrescentando que até 15% das cargas em Frankfurt serão afetadas pelos atrasos.

A empresa disse que seu cronograma de voos não será afetado, assim como o transporte de produtos sensíveis ao tempo, como órgãos para transplantes ou objetos de temperaturas controladas.