Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Hospital Municipal faz primeira captação de órgãos de 2017

Assessoria HM - Hospital Municipal faz primeira captação de órgãos de 2017
Assessoria HM

O Hospital Municipal de Foz do Iguaçu realizou a primeira captação de órgãos de 2017. A captação foi realizada durante a madrugada dessa sexta-feira (6), após a autorização da família de um paciente de 39 anos, vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), que teve a morte encefálica confirmada através de exames realizados seguindo rigorosamente todos os itens descritos no protocolo específico.

A Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) da instituição realizou a entrevista junto à família para a doação, que num gesto nobre e fraterno consentiu a doação dos órgãos.

Foram captados o fígado, pâncreas, rins e coração para válvulas cardíacas. O procedimento foi realizado pela CIHDOTT, juntamente com a equipe do Hospital Angelina Caron e o Hospital São Vicente, ambos de Curitiba (PR).

“É necessário explicar com clareza, respeitando todas as partes envolvidas, tudo o que acontece para que as famílias entendam que estão beneficiando outras famílias e que é um gesto de solidariedade e amor ao próximo, mesmo num momento tão difícil e doloroso em que estão passando”, pontua a enfermeira e integrante da Comissão Administrativa de Intervenção, Luciana Winter.

Só em 2016, foram realizadas 14 captações de múltiplos órgãos só no Hospital Municipal.

Para ser um Doador 

O passo principal para se tornar um doador é conversar com a sua família e deixar bem claro o desejo. Não é necessário deixar nada por escrito. A doação de órgãos pode ocorrer a partir do momento da constatação da morte encefálica. Em alguns casos, a doação em vida também pode ser realizada, em caso de parentesco até 4º grau ou com autorização judicial (não parentes).