Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Médicos ficam chocados com tatuagem de paciente

(Foto: Ilustração / Pixabay) - Médicos ficam chocados com tatuagem de paciente
(Foto: Ilustração / Pixabay)

A tatuagem no peito de um homem forçou os médicos de emergência de Miami a enfrentar o conflito ético entre os desejos de um paciente e o dever de um médico. No peito esta escrito "não ressuscitar".

O homem de 70 anos estava inconsciente e presumivelmente bêbado, dado o seu elevado nível de álcool no sangue, quando os paramédicos o levaram para a sala de emergência.

Seu pulso desacelerou para uma taxa preocupante, e os médicos decidiram tentar salvá-lo de qualquer maneira, mas não receberam respostas, de acordo com um estudo de caso publicado no New England Journal of Medicine.

Depois de consultar os especialistas em ética, os médicos decidiram respeitar a tatuagem do homem, mas o dilema fez com que eles estivessem conscientes da necessidade de um sistema atualizado de rastreamento dos desejos de fim de vida dos pacientes.

Fonte: Dailymail

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo