Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Saúde intensifica ações no combate à tuberculose

Foto: Carol Garcia / AGECOM - Saúde intensifica ações no combate à tuberculose
Foto: Carol Garcia / AGECOM

Até o final deste mês, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizará diversas ações de combate à tuberculose por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em todas as regiões da cidade. Os trabalhos tiveram início na última segunda-feira (5) e os esforços serão intensificados até o dia 29 de março, com ações educativas, mutirões, entrega de informativos e coleta de exames nas próprias sedes das unidades, e em espaços localizados nas regiões de abrangência. As atividades também marcam as ações do Dia Mundial de Combate à Tuberculose, que é comemorado no dia 24 de março.

Segundo a diretora de Atenção Primária à Saúde, Valéria Barbosa, as equipes de profissionais das UBSs realizarão uma série de trabalhos, envolvendo palestras e orientações em salas de espera, distribuição de cartilhas informativas e coleta coletiva de exame nos casos positivos de sintomáticos respiratórios. “Também serão feitas atividades educativas junto aos grupos de atividades físicas já existentes em cada UBS, visitas domiciliares e ações em escolas para conscientizar as crianças e adolescentes”, informou.

Nesta quinta-feira (8), a partir das 7 horas, haverá ação educativa e coleta de exames BAAR para o diagnóstico da doença, na sede da UBS do Jardim Eldorado. No mesmo dia, será feita uma atividade similar pela UBS San Izidro, na Capela Sagrada Família, às 8 horas. As duas unidades estão localizadas na região sul.

Já na UBS do Conjunto Lindoia, na região leste, a ação ocorre a partir das 8 horas com abordagens educativas nos grupos e coleta de escarro. No decorrer do dia, também será feita divulgação em uma feira livre realizada em frente à Igreja Cristo Bom Pastor, na rua Nova Esperança, 222. Neste local, ficará montada uma barraca para as orientações, verificação de pressão e coleta de exames na sala da igreja.

Na região oeste de Londrina, a UBS do Jardim Leonor terá trabalhos a partir das 8 horas, com coleta de exames e orientações à comunidade. A área da recepção da unidade estará decorada para fornecer informações aos usuários.

Na sexta-feira (9), das 13 às 18 horas, a equipe da UBS Guanabara prestará serviços de orientação no Shopping Aurora, com educação em saúde e coleta coletiva nos casos positivos de sintomáticos respiratórios. A ação é voltada a adultos acima de 18 anos com sintomas respiratórios.

Dados

De acordo com informações da SMS, em 2017 foram diagnosticados 136 casos de tuberculose em Londrina, com uma incidência correspondente a 24,4 casos para cada 100.000 habitantes. Nesse contexto, ainda houve um grande número de casos com diagnóstico tardio e abandonos no tratamento, sendo que a tuberculose acomete pessoas de diversas faixas etárias, em todas as regiões da cidade, atingindo principalmente aquelas em situação de vulnerabilidade social.

Isso demonstra que a tuberculose continua sendo um agravo de importância para a saúde pública e, dessa forma, as medidas preventivas e cuidados devem ocorrer durante todo o ano, não se limitando às datas comemorativas.

Transmissão e sintomas

A tuberculose é uma doença infecciosa cuja transmissão ocorre por via aérea, afetando prioritariamente os pulmões. No ato de falar, espirrar e, principalmente, tossir, as pessoas com tuberculose lançam no ar partículas em forma de aerossóis que contêm bacilos e podem ser inalados por outras pessoas.

A tosse, na forma seca ou produtiva, é o sintoma principal da doença. Os casos de tosses com duração prolongada, por três semanas ou mais, devem ser investigados para a obtenção do diagnóstico. Podem ocorrer outros sinais e sintomas como febre, sudorese noturna, emagrecimento e fadiga excessiva.

Informações do Ministério da Saúde apontam que, no Brasil, são notificados cerca de 70 mil casos novos e ocorrem aproximadamente 4,5 mil mortes em decorrência da tuberculose.

Com informações da Prefeitura de Londrina