Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Saúde quer busca ativa de público alvo da vacina contra a gripe

(Foto: Colaboração AEN) - Saúde quer busca ativa de público alvo da vacina contra a gripe
(Foto: Colaboração AEN)

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde, junto com os municípios paranaenses, realizou no sábado (4) o Dia D da vacinação contra a gripe. O secretário da Saúde, Beto Preto, fez a abertura das atividades em todo o Estado com uma ação na sede da 16ª Regional de Saúde, em Apucarana.

Ele vacinou crianças e idosos e fez um apelo a todos os prefeitos e secretários municipais de saúde do Estado para promoverem uma busca ativa do público alvo até o dia 31 de maio, quando termina a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe.

A Secretaria da Saúde tem expectativa de que todas as equipes das Unidades Básicas de Saúde busquem crianças, idosos, gestantes e puérperas, além de outras faixas do público alvo desta campanha de prevenção da gripe.

“Não podemos deixar ninguém de fora, o inverno está chegando e prevenir é um ato de amor”, afirmou Beto Preto, alertando que em algumas circunstâncias os vírus circulantes podem ocasionar quadros graves em pessoas não imunizadas.    

Prioritários

A meta da Secretaria da Saúde, com apoio dos municípios, é garantir a imunização dos grupos prioritários – crianças de 6 meses até 5 anos, gestantes, puérperas, indígenas, professores, idosos, a população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

A Secretaria fez a distribuição das doses e os municípios usaram diferentes estratégias para atingir o público alvo. Até agora o Paraná vacinou 1.276.832 pessoas, representando 38,09% do público-alvo. A expectativa é que o Dia D tenha aumentado bastante este percentual. Os municípios enviarão os dados para a Secretaria e o balanço do Estado deve ser divulgado nos próximos dias.

Entre os grupos prioritários, registram maior procura pela imunização os idosos, com 68,44% do público já vacinado; os indígenas, com 66,9%, e as puérperas, com 65%.

“A vacina é segura e promove a imunização contra os vírus mais comuns em circulação no momento. Ela não desencadeia a gripe e é uma das formas mais eficazes para evitar casos graves e mortes provocadas pela doença”, enfatizou o secretário.

Colaboração AEN

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo