Curitiba começa a vacinar bebês sem comorbidades contra a Covid-19

Curitiba começou, nesta quarta-feira (23), a vacinar os bebês sem comorbidades com a primeira dose da vacina contra a covid-19. Devido à limitação de doses, a convocação será realizada de forma escalonada e com agendamento.

O primeiro grupo sem comorbidades convocado é o dos curitibinhas nascidos entre 25 de novembro de 2019 a 30 de junho de 2020. Nova convocação depende da disponibilidade de doses. No grupo dos bebês estão as crianças de 6 meses até 2 anos, 11 meses e 29 dias.

Crianças que completarem 3 anos antes do recebimento da primeira dose passam a se enquadrar no esquema vacinal do grupo de 3 a 4 anos, que pode ser consultado no Imuniza Já.

“É um alívio, só faltava ela na família. É muito boa a sensação de proteger nossa filha” diz Rosiane Gonçalves, moradora do Jardim Botânico, que levou a pequena.

“Eu me atrasei no trabalho, mas saúde é prioridade”, disse  assim que a filha, Allicya Hadassa Gonçalves, de dois anos e dez meses, foi vacinada contra a Covid-19.

A moradora do Jardim Botânico procurou a unidade de saúde Mãe Curitibana, no São Francisco. “É muito boa a sensação de proteger a nossa filha”, conta a mãe, aliviada.

Também levado à unidade de saúde Mãe Curitibana, Ernesto Moreira Modesto Andrade, de dois anos e cinco meses, recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

“Ele passou o primeiro ano de vida dele em completo isolamento. Então essa vacina tem um valor muito grande para a nossa família”, disse a advogada Constance Moreira, moradora do Centro, com o filho no colo.

Convocação Vacina agendada

Para facilitar o fluxo de atendimento e evitar perda de doses, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) orienta que pais e responsáveis por crianças da faixa etária convocada agendem a aplicação pela Central Saúde Já no telefone 3350-9000, que funciona todos os dias, das 8h às 20h.

A vacinação dos pequenos acontece em dez unidades de saúde específicas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Endereços e mais informações no site Imuniza Já.

“Aquele que não conseguirem fazer o agendamento podem fazer a busca direta pela vacina, mas é muito importante dar preferência pela vacina agenda, ela otimiza o tempo da vacinação” orientou a superintende de gestão da SMS, Flávia Quadros.

Bebês com comorbidades

Também podem se vacinar os bebês de 6 meses a 2 anos com comorbidades já convocados, mas que ainda não receberam o imunizante. Os acompanhados pelo SUS Curitibano têm sua condição registrada no prontuário eletrônico da SMS e, para a vacinação, precisarão apresentar apenas os documentos pessoais da criança e dos responsáveis.

Já os bebês com comorbidades atendidos na rede privada devem apresentar também documento comprobatório da sua condição para se vacinarem.

A SMS mantem a repescagem contínua para todos os convocados nas unidades de saúde. A vacinação será realizada em dez unidades de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Esquema vacinal baby

O esquema vacinal básico para este público será de três doses, sendo que a 2ª dose deverá ser aplicada num intervalo de 28 dias após a 1ª. Já a 3ª dose deverá ser aplicada num intervalo de 56 dias após a 2ª.

A vacina para este grupo é destinada para crianças a partir de 6 meses até 2 anos, 11 meses e 29 dias. Crianças que fizerem 3 anos após o recebimento da 1ª dose deverão completar o ciclo vacinal com o mesmo imunizante.

A vacina que será utilizada é a Pfizer de tampa vinho, a única liberada para esta faixa etária até este momento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Outras vacinas

Além da dose do imunizante contra a covid-19, as unidades de saúde de Curitiba também ofertam a vacina contra a gripe (vírus influenza) para pessoas com 6 meses de vida ou mais, que pode ser aplicada no mesmo dia da vacina anticovid. Não há mais necessidade de intervalo de 15 dias entre os imunizantes.

Também é possível receber as outras vacinas do Calendário Nacional de Imunização caso a crianças esteja em atraso ou dentro da data.

Orientações

Crianças que tiveram covid-19 devem aguardar pelo menos quatro semanas após o início dos sintomas para se vacinar. No caso das que tiveram outras doenças, a orientação é que aguardem o completo reestabelecimento.

No dia da vacinação, além da certidão de nascimento do bebê, é necessário apresentar documento pessoal com foto e CPF do familiar ou responsável que está acompanhando a criança.

O bebê deve ter, ainda, cadastro no Aplicativo Saúde Já Curitiba – pode ser incluído como dependente no cadastro do pai, mãe ou responsável para que a vacina seja registrada na carteira vacinal.

Pontos de vacina anticovid para bebês:

  • Distrito Sanitário Boqueirão
  • Unidade de Saúde Visitação
  • Rua Bley Zorning, 3136 – Boqueirão
  • Distrito Sanitário CIC
  • Unidade de Saúde Oswaldo Cruz
  • Rua Pedro Gusso, 3749 – Cidade Industrial
  • Distrito Sanitário Santa Felicidade
  • Unidade de Saúde Santa Felicidade
  • Via Veneto, 10 – Santa Felicidade
  • Distrito Sanitário Cajuru
  • Unidade de Saúde Iracema
  • Rua Professor Nivaldo Braga, 1571 – Capão da Imbuia
  • Distrito Sanitário Matriz
  • Unidade de Saúde Mãe Curitibana
  • Rua Jaime Reis, 331 – Alto do São Francisco
  • Distrito Sanitário Bairro Novo
  • Unidade de Saúde Bairro Novo
  • Rua Paulo Rio Branco de Macedo, 791 – Sítio Cercado
  • Distrito Sanitário Portão
  • Unidade de Saúde Vila Guaíra
  • Rua São Paulo, 1495 – Vila Guaíra
  • Distrito Sanitário Boa Vista
  • Unidade de Saúde Abranches
  • Rua Aldo Pinheiro, 60 – Abranches
  • Distrito Sanitário Pinheirinho
  • Unidade de Saúde Vila Feliz
  • Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo
  • Distrito Sanitário Tatuquara
  • Unidade de Saúde Monteiro Lobato
  • Rua Olivio José Rosetti, 538 -Tatuquara

Informações da Prefeitura de Curitiba