Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Apesar da crise, o Rio vai para frente, diz empresário

Em plena crise econômica e política do Rio de Janeiro - com três ex-governadores presos na cadeia pública de Benfica -, pode parecer muito arriscado investir em um grande negócio. "Acho que agora o Rio vai para frente", diz Carlos Werneck, presidente executivo do Hotel Janeiro, novo empreendimento a ser inaugurado no primeiro mês de 2018. "A certeza de bom negócio vem também da queda dos juros", afirma o empresário, sócio do fundador e diretor criativo da grife Osklen, Oskar Metsavaht.

Gustavo Hamam, diretor de desenvolvimento da Hamam, explica que nos últimos anos o investimento na rede hoteleira foi na Barra da Tijuca e próximo aos parques olímpicos. "A zona sul ficou de escanteio", lembra.

Werneck acredita que em cinco anos deve ganhar mais "do que se tivéssemos colocado esse dinheiro em aplicações". Para ele, é a hora de investir no Rio de Janeiro.

O Hotel Janeiro está localizado em frente ao arquipélago das Ilhas Cagarras e com vista para o famoso e poético Morro Dois Irmãos, no Leblon. Trata-se do trecho mais valorizado do País, onde o metro quadrado chega a custar R$ 40 mil. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo