Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Bancos querem financiar mais compra de carros

Grandes bancos estão reforçando as ações neste fim de ano em busca de alívio na carteira de financiamento de veículos. Com a crise que derrubou as vendas do setor e a própria decisão das financeiras de restringir a concessão de crédito, o número de veículos financiados caiu 14,4% de janeiro a outubro, ante igual período de 2015. Dados da Unidade de Financiamentos da Cetip contabilizam 3,8 milhões de veículos financiados neste ano, novos e usados, incluindo motocicletas.

A Caixa realizará, de segunda a sábado da próxima semana, mais uma edição do "Salão Auto", colocando gerentes e operadores em diversas concessionárias de veículos de todo o País. Segundo a instituição, poderá ser financiado até 90% do valor do automóvel ou moto em até 60 parcelas. A primeira delas terá carência de quatro meses para ser paga. O evento tem parceria de montadoras e revendas.

O juro oferecido pela Caixa será a partir de 1,24% ao mês. No Bradesco, por exemplo, o juro hoje parte de 1,65% ao mês para automóveis.

No Santander, a estratégia é desburocratizar o financiamento. O banco desenvolveu inédito programa que reduz de 108 para 25 as informações a serem prestadas pelo cliente para solicitar o crédito. Com isso, o tempo de espera total para a liberação do financiamento, se aprovado na primeira etapa da consulta, baixa de cerca de meia hora para cinco minutos.

Digitando apenas o CPF, a data de nascimento e o valor e produto a ser adquirido, o programa simula, de imediato, o valor mínimo para entrada e as prestações. "O processo tradicional é muito burocrático e muitas vezes distancia o cliente de seu desejo", diz André Novaes, diretor do Santander Financiamento.

O programa está em operação em 12 mil revendas de veículos de vários Estados. No início de 2017, será incorporado ao site Webmotors, permitindo que o próprio cliente faça a operação online. Os juros cobrados pelo Santander "seguem os de mercado", informa Novaes.

Segundo o presidente da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), Ilídio dos Santos, hoje não há tabela para juros. "O que manda é o CPF do consumidor; se for constatado que ele não tem dívidas pendentes, não atrasa pagamentos e sua renda é compatível, o juro é menor."

A General Motors realiza hoje e amanhã, no estacionamento do Shopping Center Norte, na capital paulista, o "Feirão Black Friday". A montadora oferece juro zero para Onix e Prisma, desde que a entrada seja de 80% do valor e o restante em 12 parcelas. Vários modelos terão descontos. O maior deles, de R$ 10 mil, é para o Captiva Sport que será vendido a R$ 98,2 mil.