Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

BoJ seguirá com política extremamente acomodatícia e expansionista, diz Kuroda

O presidente do Banco do Japão, Haruhiko Kuroda, disse nesta sexta-feira que o banco central vai continuar com uma "política monetária extremamente acomodatícia e expansionista" para alcançar sua meta de inflação de 2%, enfatizando sua determinação para derrotar a deflação.

No entanto, falando em uma sessão de perguntas e respostas em um seminário, Kuroda evitou sugerir qualquer ação específica para a próxima reunião, nos dias 31 de outubro e 1º de novembro.

Em um discurso no início da sessão, Kuroda falou da necessidade de rever o mercado de trabalho do Japão, como parte de esforços mais amplos para reforçar a capacidade da economia para crescer. Sua renovada ênfase em reformas trabalhistas foi o mais recente sinal de que o banco central pensa que a política monetária atingiu seus limites.

"Para a economia do Japão crescer no longo prazo depende do mercado de trabalho do país adaptar-se com êxito a este ambiente em mudança", disse Kuroda. "Para as perspectivas econômicas de longo prazo, tendo em conta o envelhecimento da população do Japão e a baixa taxa de natalidade, um aumento da participação dos trabalhadores e um novo aumento da produtividade do trabalho são essenciais para aumentar o seu potencial de crescimento", acrescentou. Fonte: Dow Jones Newswires.