Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Bolsas da Europa fecham em alta, com otimismo sobre diálogo EUA-China

As bolsas europeias fecharam com ganhos nesta sexta-feira, 22, apoiadas pela expectativa positiva sobre as negociações comerciais entre Estados Unidos e China em Washington. Além disso, resultados corporativos foram acompanhados.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,22%, em 371,23 pontos, e na comparação semanal teve ganho de 0,62%.

A notícia da noite da quinta-feira de que o presidente americano, Donald Trump, se reuniria com o vice-premiê chinês, Liu He, na Casa Branca, foi vista como um sinal de avanço no diálogo bilateral, o que impulsionou o apetite por risco entre investidores. Não está claro se pode se materializar um acordo, mas Trump tem mostrado uma postura mais favorável e a possibilidade de uma reunião entre ele e o presidente chinês, Xi Jinping, também reforça a hipótese de que poderia surgir uma solução nas divergências. Ao menos, analistas apontam que pode ser estendido o prazo da trégua nas tarifas bilaterais, que termina em 1º de março.

Entre os balanços, Telecom Italia reverteu lucro e registrou prejuízo de 1,41 bilhão de euros em 2018. A maior companhia de telecomunicações italiana atribuiu o resultado a uma amortização de ágio no valor de 2,59 bilhões de euros. Analistas previam perda menor, de 487 milhões de euros, mas o papel subiu 1,63%, após a empresa também divulgar perspectivas atualizadas de resultados.

Na bolsa de Londres, o índice FTSE-100 fechou em alta de 0,16%, em 7.178,60 pontos, e na semana recuou 0,80%. Entre os papéis mais negociados, Vast Resources subiu 2,94%, mas Lloyds recuou 0,55%.

Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,30%, a 11.457,70 pontos, e na semana ganhou 1,40%. Deutsche Bank caiu 0,50% e Commerzbank avançou 0,59%, entre os bancos alemães. No setor de energia, E.ON teve alta de 0,55%.

Na bolsa de Paris, o índice CAC-40 avançou 0,38%, a 5.215,85 pontos, e na semana subiu 1,22%. Crédit Agricole teve alta de 0,67% e Société Générale, de 1,42%, enquanto a petroleira Total subiu 0,44%.

Em Milão, o índice FTSE-MIB teve ganho de 0,26%, a 20.262,51 pontos, e na comparação semanal registrou alta de 0,25%. BPM recuou 0,98%, mas Intesa Sanpaolo subiu 0,10% e UniCredit avançou 0,23%, entre os bancos.

O índice IBEX-35, da bolsa de Madri, avançou 0,15%, a 9.204,60 pontos, e na semana subiu 0,89%. Santander recuou 0,45% e Banco de Sabadell caiu 1,00%, enquanto Liberbank se destacou, em alta de 19,90%.

Na bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 foi na contramão dos demais e recuou 0,17%, a 5.152,69 pontos, e na semana subiu 0,21%. Banco Comercial Português caiu 1,37%. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo