Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Bolsas da Europa fecham em direção distinta; Frankfurt cai mais de 1%

As principais bolsas da Europa encerraram em direção distinta, em um dia marcado por baixa liquidez global na véspera do feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos. Enquanto em alguns mercados prevaleceu o otimismo com a subida dos preços das commodities, em outros, como em Frankfurt, a alta do euro em relação ao dólar impediu a alta das ações de exportadoras. Com os mercados mistos, o índice pan-europeu Stoxx 600 terminou em queda de 0,27% nesta quarta-feira, 22, aos 387,06 pontos.

O dia foi de poucas notícias e baixo volume de negócios nas praças europeias. Entre os indicadores, destaque apenas para a confiança do consumidor da zona do euro, que subiu de -1,0 em outubro para +0,1 em novembro, de acordo com dados preliminares divulgados pela Comissão Europeia. O resultado veio bem acima da previsão de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que estimavam o dado a -0,9 na leitura preliminar. O índice de confiança do consumidor atingiu o maior nível desde janeiro de 2001.

Assim, o sentimento dos investidores foi guiado por variáveis externas, como os preços das commodities e a cotação do euro.

O petróleo e o cobre subiram diante do dólar mais fraco, e as ações dos setores se destacaram entre as principais altas. Em Londres, os papéis da petroleira BP subiram 0,72% e da mineradora Glencore tiveram alta de 0,39%. O índice FTSE-100 terminou em 7.419,02 pontos (+0,10%).

Em Madri, as ações da petroleira Repsol tiveram alta de 0,70%. O índice IBEX-35 encerrou em 10.013,90 pontos (+0,21%). Na bolsa espanhola, destaque também para a alta das ações do setor bancário - Santander subiu 0,55% e do CaixaBank avançou 0,72%.

Ainda com sinal positivo, a Bolsa de Lisboa terminou com alta de 0,25%, aos 5.305,06 pontos.

Por sua vez, o euro em alta pesou sobre o sentimento do mercado em relação às ações de exportadoras. Em Frankfurt, onde este segmento tem bastante peso, o índice DAX recuou 1,16%, para 13.015,04 pontos. As ações da E.ON caíram 0,66% e da Infineon Technologies perderam 2,33%.

Em Paris, o índice CAC-40 terminou em baixa de 0,25%, para 5.352,76 pontos, na mínima. As ações da Air France-KLM lideraram as perdas, com queda de 3,15%.

Em Milão, os papéis da Italgas cederam 2,64%. O índice FTSE-Mib teve leve baixa de 0,05%, para 22.315,24 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo