Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Bovespa sobe 0,52% com ajuda de Vale e bancos

O bom desempenho de ações específicas deu sustentação ao Índice Bovespa, que fechou em alta de 0,52% nesta quinta-feira, 20, aos 63.837,85 pontos. A bolsa chegou a cair mais de 1% pela manhã, em continuidade à realização de lucros da véspera, mas acabou por se apoiar nas ações da Vale e do setor financeiro, que tiveram ganhos importantes. A prisão do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ainda permeou as discussões nas mesas de negociação, mas não inibiu totalmente as ordens de compra dos investidores estrangeiros.

As ações da Vale se destacaram durante todo o dia, mas mostraram maior força à tarde, quando a percepção positiva sobre a empresa se sobrepôs a uma notícia negativa: o Ministério Público Federal (MPF) em Minas Gerais denunciou à Justiça 21 integrantes da cúpula da Samarco e representantes da Vale e da BHP Billiton (controladoras da empresa) por homicídio qualificado com dolo eventual pela morte das 19 pessoas na queda da barragem da mineradora em Mariana, há quase um ano.

A notícia não desviou a rota das ações, que respondiam positivamente ao relatório de produção do terceiro trimestre, divulgado antes da abertura dos negócios. O documento mostrou que a produção de minério de ferro cresceu 1,5% na comparação com o mesmo período de 2015 e ficou 6,1% acima do produzido no segundo trimestre deste ano. Um dos efeitos desse anúncio foi a decisão de um banco de elevar a recomendação dos papéis, por considerar os volumes de produção como "impressionantes". Ao final do dia, Vale ON e PNA tiveram ganhos de 2,58% e 4,43%, respectivamente. No mercado chinês, o minério de ferro subiu 0,7% e também beneficiou os papéis da mineradora.

A sustentação do Ibovespa também veio do setor bancário, que responde por mais de 25% da composição do índice e teve alta generalizada. Segundo profissionais do mercado, a alta dos bancos, refletiu o apetite do investidor pelo Brasil num contexto de mudança na visão econômica do País. Avanço da PEC dos Gastos, desaceleração da inflação e redução de juros são alguns dos componentes desse novo quadro. Banco do Brasil ON teve alta de 2,07%, seguido por Bradesco PN, com ganho de 1,46%.

Na última terça-feira, 18, os investidores estrangeiros trouxeram R$ 186,489 milhões à Bovespa, o que levou o saldo acumulado de outubro para R$ 3,016 bilhões. Em 2016, a bolsa tem ingresso líquido de R$ 16,059 bilhões em recursos externos. O volume de negócios de hoje totalizou R$ 7,6 bilhões.