Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Construtora londrinense está entre as melhores empresas do País em gestão de pessoas

(Foto: Divulgação) - Construtora está entre as melhores em gestão de pessoas
(Foto: Divulgação)

O Grupo A.Yoshii Engenharia integra pelo segundo ano consecutivo o seleto grupo de melhores empresas do país em gestão de pessoas. A publicação Valor Carreira, divulgada nessa semana pelo jornal Valor Econômico, analisa empresas inseridas em sete categorias de acordo com o número de funcionários, indo de 100 a mais de 17 mil colaboradores. A construtora está entre as cinco melhores empresas em gestão de pessoas na categoria de empresas entre 1501 a 3000 funcionários.

Com o índice de 88% no quesito engajamento e 83% no quesito satisfação, o ranking destacou a comunicação interna e o intenso diálogo corporativo como exemplos que norteiam a administração da empresa, permeando em mão dupla o dia a dia do relacionamento entre os níveis hierárquicos. A manutenção de equipe própria, segundo Aparecido Siqueira, Diretor de Recursos Humanos, é outra estratégia que contribui para manter o engajamento e o comprometimento do colaborador no desenvolvimento das estratégias da empresa. “O sucesso da empresa é fruto de uma gestão que tem valores muito claros e éticos”, destacou Leonardo Yoshii, presidente do Grupo.

Neste ano, o Valor Carreira registrou um total de 240 empresas inscritas que foram agrupadas de acordo com o número de funcionários. A pesquisa é feita com uma amostra selecionada aleatoriamente a partir da relação de funcionários disponibilizada em 31 de dezembro de 2015 pelas empresas, e varia de acordo com o total de colaboradores. O processo de classificação envolve duas etapas: eliminatória (as empresas precisam atingir o mínimo de 72% de índice de engajamento e o mínimo de 60% do índice de satisfação) e classificatória (desconsidera as empresas que não atingiram os patamares mínimos e atribui-se a nota final de cada empresa com os pesos de 80% para engajamento e 20% para satisfação).

As empresas classificadas são ranqueadas de acordo com a categoria de número de funcionários, sendo premiadas as cinco empresas com as maiores notas em cada categoria, resultando nas 35 Melhores de 2016. O engajamento foi definido pelo estudo como o nível de comprometimento emocional e intelectual de um indivíduo que resulta em três comportamentos: falar bem sobre a empresa para colegas de trabalho, potenciais funcionários e clientes; permanecer e compartilhar o desejo de fazer parte da organização; e empenhar-se com motivação e atitudes que contribuam para o sucesso do negócio.

(com assessoria de imprensa)