Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Derrota em referendo da Itália não impedirá reformas econômicas, diz ministro

Uma derrota do governo italiano no referendo previsto para dezembro não impedirá mais reformas econômicas, afirmou nesta sexta-feira o ministro das Finanças do país, Pier Carlo Padoan. "Nos mercados financeiros, há a ideia de que o referendo é o fim do mundo. Não é", disse a autoridade, durante discurso na Universidade de Frankfurt.

Investidores aguardam com atenção o resultado do referendo constitucional de 4 de dezembro da Itália, no qual o futuro político do primeiro-ministro Matteo Renzi pode estar em jogo. O governo espera que as reformas nos poderes do Senado e de outras autoridades possam melhorar a administração e o processo de elaboração de leis.

"Se um voto 'não' prevalecer, o país continuará a fazer reformas, mesmo com o antigo desenho institucional", afimrou Padoan. "Isso em si não reduzirá o ímpeto do governo." Fonte: Dow Jones Newswires.