Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Dólar recua com influência do exterior e aposta em reforma da Previdência

O dólar segue em baixa na manhã desta quinta-feira, 9, no mercado local em meio a expectativas dos investidores de que poderá ser fechada ainda hoje uma proposta de consenso e mais enxuta para a reforma da Previdência em café da manhã na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), com líderes de partidos da base aliada, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o presidente Michel Temer.

Além disso, o fortalecimento do euro e do iene ante o dólar registrado mais cedo pesou na precificação da taxa de câmbio. No caso do euro, os investidores reagem bem às projeções melhores da União Europeia (UE) para o crescimento da região. Já o iene ganha impulso em meio à percepção de que o Senado norte-americano poderá propor mudanças no plano de reforma tributária do governo Trump, que podem provocar o adiamento da sua implementação, que estava prevista para janeiro de 2018.

A UE prevê crescimento de 2,2% na zona do euro em 2017, de 1,7% na projeção anterior, divulgada em maio deste ano. Para 2018, a expectativa subiu de 1,8% anteriormente para 2,1% agora. Em 2019, a UE prevê crescimento de 1,9%. Em toda a União Europeia, a previsão é de crescimento de 2,3% em 2017, de 1,9% em maio.

Às 9h41 desta quinta-feira, o dólar à vista caía 0,46%, aos R$ 3,2431, enquanto o dólar futuro de dezembro recuava 0,38%, aos R$ 3,2505.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo