Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Dólar retoma viés de baixa, após alta pontual, com aposta em Previdência

O dólar ensaiou um viés de alta frente o real na manhã desta terça-feira, 21, mas voltou a recuar. Às 9h51, a moeda caía 0,09%, aos R$ 3,2594, após subir pontualmente à máxima de R$ 3,2634 (+0,03%).

"A leve alta há pouco foi só um ajuste, com o dólar recuperando valor frente a seus pares e algumas divisas ligadas a commodities", disse Jefferson Rugik, diretor da corretora Correparti.

Segundo ele, a queda é retomada pelo dólar, que iniciou a sessão em baixa, em meio ao sentimento positivo gerado pelo empenho do presidente Michel Temer em ajustar a sua base do governo visando tentar a aprovação da reforma da Previdência já no início de dezembro. No mesmo horário acima, no mercado futuro, o dólar para dezembro recuava 0,11%, aos R$ 3,2585, após tocar na máxima, aos R$ 3,2655 (+0,11%).

O estrategista da Guide Investimentos Luis Gustavo Pereira também afirma que o mercado de câmbio local está sensível ao viés de queda do dólar no exterior em relação a algumas divisas emergentes e ligadas a commodities.

Ele confirma que o mercado cambial precifica esperanças renovadas de avanço da reforma da Previdência. Na segunda-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que a votação da reforma da Previdência poderá ocorrer na primeira semana de dezembro.

Nesta terça, às 15 horas, o presidente Michel Temer reúne-se com 13 de seus ministros, no Palácio da Alvorada. O objetivo do governo Temer é juntar sua base aliada para votar a reforma da Previdência.

Às 10h03, o dólar à vista recuava 0,12%, aos R$ 3,2584. O dólar futuro de dezembro caía 0,03%, aos R$ 3,2610.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo