Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Dólar se ajusta em baixa, em reação à manutenção da taxa Selic

O dólar ante o real recua na manhã desta quinta-feira, 17, na contramão da alta majoritária da moeda americana frente divisas principais e emergentes ligadas a commodities no exterior. O mercado cambial se ajusta à medida surpreendente de política monetária do Banco Central brasileiro, de manter a taxa Selic em 6,50% ao ano. A decisão do Copom foi tomada no início da noite desta quarta-feira, 16.

Mas os agentes de câmbio também já estão de olho no persistente avanço do rendimento dos Treasuries, com a taxa do T-Note 10 anos no patamar de 3,10%. Mais cedo, o dólar desacelerou a queda ante o real e registrou máxima no nível de R$ 3,670.

No exterior, além do rendimento das Treasuries, os contratos futuros de petróleo operam em alta nesta manhã, com o Brent acima da marca psicologicamente importante de US$ 80 por barril, à medida que a decisão dos EUA de reintroduzir sanções ao Irã continua impulsionando a commodity aos maiores níveis em três anos e meio.

Às 9h34 desta quarta-feira, o dólar à vista caía 0,36%, aos R$ 3,6614. O dólar futuro para junho recuava 0,34% neste mesmo horário, aos R$ 3,6680.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo