Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Em evento, Temer diz que é ignorante em economia

FELIPE BÄCHTOLD

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No dia em que seu governo apresentou a reforma da Previdência, o presidente Michel Temer disse na noite desta terça-feira (6) que o país vai sair da crise e "alcançar o crescimento e o pleno emprego".

Temer disse que a crise "em geral é mobilizadora das pessoas e dos governos". "Quando se tem uma crise profunda no país, ou em uma empresa, onde quer que seja, quando você sai dela, sai melhor."

O presidente esteve em São Paulo para receber um prêmio em uma cerimônia que contou com as presenças do juiz Sergio Moro, de políticos, ministros e empresários, como Abílio Diniz e Flávio Rocha.

Ao elogiar a revista "IstoÉ Dinheiro", da editora que promoveu a premiação, Temer disse que é "jejuno em economia" (ignorante, na definição do dicionário Houaiss).

MEIRELLES

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também recebeu uma homenagem no evento. Ao discursar, disse que é preciso reconhecer a dimensão da crise para não "desanimar com o esforço necessário" para resolvê-la.

Ele afirmou que os sinais são de melhora para o próximo ano e que o país vai voltar a crescer "por décadas" porque está lançando as bases do crescimento sustentável.

"Os sinais são de muito entusiasmo, no meu ponto de vista. O Brasil identificou as causas dessa crise, relacionada a uma evolução histórica de gastos públicos de décadas."

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo