Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

FenaPrevi: seguros de pessoas crescem e somam R$ 7,73 bi em prêmios no 3º tri

Os seguros de pessoas (vida, acidentes pessoais, viagem, educacional, entre outros), registraram no terceiro trimestre deste ano R$ 7,73 bilhões em prêmios, alta nominal de 5,3% frente aos R$ 7,34 bilhões verificados nos primeiros três meses do ano anterior. Os dados são da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi).

Na divisão por produto, o seguro de vida registrou prêmios de R$ 3,3 bilhões, correspondendo a um aumento de 6,7% em relação ao terceiro trimestre de 2015.

Já o seguro prestamista recuou 4,3% em relação ao acumulado de 2015, movimentando R$ 1,8 bilhão em prêmios. O seguro de acidentes pessoais obteve alta de 5,4% no terceiro trimestre de 2016 e acumulou R$ 1,3 bilhão.

O seguro educacional teve expansão de 71,9%, com prêmios da ordem de R$ 12,3 milhões. Segundo o balanço da FenaPrevi, o avanço foi impulsionado pelo receio das famílias quanto à capacidade de fazer frente aos custos de educação dos filhos.

Setembro

Somente no mês de setembro, o valor pago pelos segurados para contratação de coberturas para seus riscos pessoais foi de R$ 2,55 bilhões, resultando na mesma arrecadação registrada em setembro de 2015, embora tenha havido crescimento expressivo do valor dos prêmios relacionados aos ramos educacional e funeral.

Na divisão por produto, seguro de vida cresceu 3,49% em setembro de 2016 ante 2015, para R$ 1,085 bilhão. O prestamista recuou 10,11%, para R$ 610,3 milhões, o de acidentes pessoais subiu 1,89%, para R$ 428,11 milhões, e o auxílio funeral teve avanço de 21,93%, para R$ 38,25 milhões. Em setembro de 2016, o seguro viagem cresceu 11,91%, para R$ 36,55 milhões, e o educacional avançou 84,88%, para R$ 4,77 milhões.

Novos aportes

Novos aportes em planos abertos de previdência privada, como PGBL e VGBL, somaram R$ 26,07 bilhões no terceiro trimestre de 2016, um crescimento de 24,02% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

A captação líquida (diferença entre depósitos e resgates) apresentou um saldo positivo de R$ 13,28 bilhões, resultado 46,26% superior terceiro trimestre 2015.

Os planos individuais foram os que mais receberam recursos no terceiro trimestre, com o total de R$ 22,80 bilhões. Do volume de contribuições aos planos individuais, R$ 467,95 milhões foram investidos em planos para menores e R$ 3,27 bilhões para planos empresariais.

Na divisão por modalidade de plano, o VGBL recebeu contribuições de R$ 23,94 bilhões no terceiro trimestre e o PGBL registrou R$ 1,92 bilhão. Os planos tradicionais de acumulação registraram R$ 212,71 milhões.

Setembro

Somente no mês de setembro, o total de aporte foi de R$ 7,43 bilhões, uma evolução de 13,96% frente ao mesmo mês do ano anterior. A captação líquida obteve saldo positivo de R$ 3,51 bilhões, valor 46,86% superior na comparação com setembro de 2015.

Os planos individuais foram os que mais receberam recursos em setembro, com R$ 6,44 bilhões. Do volume de contribuições aos planos individuais, R$ 151,44 milhões foram investidos em planos para menores e R$ 989,46 milhões em planos empresariais.

Na divisão por produto, o VGBL recebeu contribuições de R$ 6,73 bilhões no mês e o PGBL registrou R$ 631,50 milhões. Os planos tradicionais de acumulação registraram R$ 68,17 milhões.