Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Funcionários da BRF rejeitam propostas e pedem reunião com direção

Os trabalhadores da BRF decidiram rejeitar as propostas de negociação da empresa, em reunião nacional realizada na terça-feira, 12, em São José (SC). Segundo informou a Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins), a categoria vai pedir uma reunião com a direção a empresa ainda neste mês para retomar as negociações. Segundo o presidente da CNTA Afins, Artur Bueno de Camargo, será enviado um ofício à empresa no início da próxima semana, com data indicativa para o encontro em 27 de abril.

"Queremos que eles mudem a política de negociação. Entendemos que é dever da empresa repor a inflação nos salários dos trabalhadores", afirmou Bueno de Camargo. No início deste ano, a BRF implementou em todas as suas unidades no Brasil um sistema de remuneração variável no qual, segundo a companhia, é possível alcançar aumento real de salários. O ajuste na parcela fixa, entretanto, não é baseado na inflação no período.

Artur Bueno de Camargo afirmou que os trabalhadores não afastam a alternativa de realizar uma mobilização nacional em todas as unidades da BRF no Brasil caso a companhia não aceite negociar com os representantes dos trabalhadores.

No encontro realizado na terça-feira, 12, ficou decidido que uma comissão composta por representantes dos trabalhadores de todos os Estados em que a BRF têm unidades será formada participar da reunião com a empresa. Conforme a CNTA Afins, 15 entidades sindicais participaram do encontro, com representantes de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais e Mato Grosso.

Segundo dados do Dieese, a BRF tem 100,48 mil funcionários no Brasil, distribuídos entre todas as regiões do País.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo