Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Governo conta com indecisos para aprovar Previdência, diz Darcísio Perondi

O deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), um dos mais próximos do presidente Michel Temer, disse nesta quarta-feira, 6, que o governo quer marcar a votação da reforma da Previdência para a próxima terça e conta como favoráveis os votos de deputados que ainda se dizem indecisos. "Na reta final os indecisos fecham com a gente. Governo forte não perde votação. Nós revertemos o clima de descenso que havia na semana passada. Estávamos longe e hoje estamos mais perto de aprovar", disse o peemedebista.

Perondi explicou a divergência de números declarados pelos aliados de Temer ao fim de um café da manhã que ocorreu mais cedo no Palácio da Alvorada, em Brasília. Ele repetiu a estimativa de Beto Mansur (PRB-SP), vice-líder do governo e calculador informal de votos do Planalto, segundo quem Temer conta atualmente com 260 deputados a favor da reforma. Já o relator Arthur Lira (PPS-BA) deu números superiores: entre 290 e 310 votos. Segundo Perondi, no entanto, Lira somou os indecisos em seu cálculo.

Aliados de Temer defendem que a votação seja marcada mesmo que o governo tenha um patamar de 290 votos declaradamente a favor, abaixo do mínimo de 308 necessários para aprovar as mudanças constitucionais, o que era dado como condição por Temer para pautar a votação.

"Precisamos ter número suficiente para colocar na pauta. Hoje à noite vamos fazer uma análise de quem está a favor, quem está contra e quem está indeciso", disse Mansur. "Se tivermos um quadro forte de números, com 290 votos você acaba trazendo muito parlamentar que está na dúvida."

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo