Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Indústria x Corrupção: Fiep ajuda empresas com a Rede Paranaense de Compliance

Os casos de corrupção envolvendo poderosos políticos e executivos do governo, aliados a grandes empresas do setor privado e estatais, acabaram gerando a maior crise econômica e política da história do Brasil. Com a divulgação desses casos de corrupção pela imprensa e desde que a Lei anticorrupção foi sancionada (12.846/13), muitas empresas começaram a voltar seus esforços aos programas de compliance, com a intenção de evitar repercussões negativas aos seus negócios e imagem.

Claro que a implementação de um programa de compliance é um desafio nas empresas, independente do seu tamanho. 

A grande dificuldade, além de implementação, é na adoção do conceito e principalmente na orientação de como os colaboradores devem colocar esses valores em prática.

A terceira pesquisa Nível de Maturidade em Compliance nas Empresas Brasileiras, realizada em 2017 pela consultoria ICTS Protiviti, contou com a participação de 1.417 companhias, de todos os portes, e aponta como resultado que 64% das empresas participantes possuem políticas e procedimentos formais com medidas disciplinares. Destas, 40% afirmaram não possuir Política Anticorrupção.

(Fonte: Protividi)(Fonte: Protividi) 

Visando sempre atender as necessidades do setor industrial do Paraná, a Federação das Indústrias do Estado do Paraná, a Fiep, além de implementar um programa de compliance em seu próprio sistema, também criou este ano a Rede Paranaense de Compliance, que é coordenada pela Gerência Executiva Jurídica, de Riscos e Compliance da instituição, em parceria com o CIFAL Curitiba e o Unitar, organismos das Nações Unidas.  Esse projeto cumpre o propósito de reunir indústrias e organizações que já adotam medidas de combate à corrupção para a troca de experiências de boas práticas de integridade. “Fizemos um trabalho interno com a intenção de trabalhar toda a questão de integridade dentro do Sistema Fiep, e com isso, conseguimos através da nossa experiência transmitir o que nós fizemos para as indústrias”, conta Marco Antonio Guimarães, gerente executivo Jurídico, de Riscos e Compliance do Sistema Fiep.

Um dos principais eventos da Fiep, o Fórum Transparência e Competitividade, teve em maio deste ano sua terceira edição e contou com uma palestra do ministro Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal.

Indústria x Corrupção: Fiep ajuda empresas com a Rede de Compliance

“Nós estamos fazendo um trabalho no estado inteiro com o primeiro objetivo de conscientizar a importância do compliance como uma ferramenta de governança e uma forma de garantir a perenidade das empresas”, explica Guimarães.