Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Leilão de áreas portuárias no Pará deve ocorrer em 9 de junho, diz ministro

O ministro da Secretaria dos Portos, Helder Barbalho, anunciou nesta segunda-feira, que o leilão de seis áreas portuárias no Estado do Pará, que inicialmente seria realizado em 31 de março, deve ocorrer em 9 de junho. Segundo o ministro, a agência responsável, ou seja, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), já deve apresentar nos próximos dias o cronograma do certame.

Nesta etapa, serão leiloadas duas áreas em Santarém, uma voltada para o embarque de grãos e outra para granéis minerais, três áreas em Outeiro, todas para a movimentação de grãos, e uma em Vila do Conde, também para o embarque e desembarque de grãos. A área de Vila do Conde fazia parte da primeira etapa do leilão, realizada em dezembro, mas foi retirada do certame por não ter recebido propostas na ocasião - com a primeira etapa, o governo arrecadou R$ 430 milhões em outorgas com o arrendamento de três áreas no Porto de Santos (SP).

A segunda etapa, incluindo as seis áreas no Pará, deveria ter sido realizada em 31 de março, mas foi adiada pelo governo. Em comunicado, a Antaq afirmou que uma falha no sistema levou à falta de resposta de questionamentos enviados por consórcios interessados, causando a necessidade do adiamento.

O ministro também ressaltou que o governo fará, em 24 de maio, a licitação do terminal de passageiros de Salvador (BA), e que o Tribunal de Contas da União (TCU) liberou, na última semana, a licitação do terminal de passageiros de Recife. "Em seguida, faremos o mesmo nos terminais de Natal e Fortaleza", disse Barbalho, durante solenidade de abertura da 22ª Intermodal South America, em São Paulo.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo