Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Mercado de leilões vem crescendo e se apresenta confiável

(Foto: Pixabay) - Mercado de leilões vem crescendo e se apresenta confiável
(Foto: Pixabay)

A palavra leilão pode soar burocrático. Mas, cada vez mais, ele vem se tornando uma boa opção para a aquisição de bens, especialmente de veículos. “O mercado está em expansão. Com o avanço da tecnologia e a crise econômica, os leilões têm atraído compradores, principalmente na aquisição de veículos”, afirma a advogada Maria Amelia Mastrorosa Vianna, sócia do escritório Pereira Gionédis Advogados, de Curitiba.

Uma das principais vantagens do leilão é o preço mais atrativo em relação ao mercado regular, de acordo com Ana Grimaldi, CEO da VIP Direto, aplicativo de leilão online focado em pessoas físicas e na compra e venda de veículos. “O leilão pode ser a oportunidade de adquirir um bem por um preço bem mais acessível”, salienta. 

“O mercado de leilões vem se consolidando. E, agora, entramos no mercado com o leilão de veículos particulares, com o objetivo de democratizar o leilão”, afirma Ana.

De acordo com Maria Amelia, o interessado em participar de um leilão deve analisar com cautela o edital. No documento estão todas as regras, a responsabilidade das partes e a descrição dos bens, além das condições de pagamento.

No caso de leilões presenciais, o comprador pode levar um mecânico de confiança para verificar as condições do veículo. Além disto, o interessado no bem deve fazer uma pesquisa no Detran para verificar se não há existência de multas, atraso no pagamento do IPVA ou pendências na documentação do carro. “Isto é muito fácil de fazer, inclusive pela internet”, conta.

Ana Grimaldi, CEO da VIP Direto, enfatiza a necessidade de atenção aos editais, às condições dos bens que vão a leilão e do que está acordado. “Todo leilão tem que ter total transparência. Nossos leilões são realizados com leiloeiros oficiais”, ressalta.

(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação) 

No caso da VIP Direto, o veículo é cadastrado pelo próprio dono no aplicativo. Quem está vendendo não paga para anunciar. O comprador pode participar depois de se cadastrar, ler e aceitar as condições do edital do leilão. Parte-se de um valor mínimo e, após a definição do negócio, o comprador paga 5% do valor para o leiloeiro. Os leilões podem ser acompanhados ao vivo no aplicativo e também no www.vipdireto.com.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo