Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Nível de emprego na indústria cai 0,24% em janeiro ante dezembro, diz Fiesp

O nível de emprego na indústria paulista caiu 0,24% em janeiro ante dezembro, com ajuste sazonal, informou o Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon), da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp). Contudo, sem ajuste sazonal, houve avanço de 0,31%, com a criação de 6,5 mil vagas no primeiro mês de 2017. O resultado positivo do mês é o primeiro registrado desde abril de 2015, quando foram realizadas 6 mil contratações, segundo o Depecon.

Na comparação com janeiro de 2016, houve recuo de 5,73%, com saldo negativo de 132 mil vagas. Nos últimos três anos, ainda ressaltou a Fiesp, a indústria paulista perdeu 518 mil postos de trabalho.

O diretor titular do Depecon, Paulo Francini, espera que a criação de empregos em janeiro seja um sinal de recuperação. "Esperamos que a indústria volte a gerar novos postos de trabalho neste ano". Para Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp, "embora os sinais ainda sejam tênues, temos que comemorar o primeiro mês com geração de emprego depois de 20 meses de movimento negativo", reforça.

Na avaliação por setores, quinze contrataram, três ficaram negativos e quatro permaneceram estáveis. Os destaque foram os segmentos de borracha e de material plástico, e de confecção de artigos de vestuários e acessórios, que geraram 1.969 e 1.742 postos, respectivamente.

A criação de vagas foi positiva tanto na Grande São Paulo (0,14%) quanto no interior (0,43%). Nas diretorias regionais, São Carlos teve o maior avanço, de 2,16%. Já São Caetano do Sul apresentou o recuo mais expressivo, de 2,41%.