Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

No Twitter, Temer exalta superávit de outubro e reforça apelo pela Previdência

O presidente Michel Temer usou as redes sociais nesta terça-feira, 28, para exaltar o resultado das contas do governo central em outubro e aproveitou para reforçar a necessidade da aprovação da reforma da Previdência.

"O nosso governo gastou menos do que arrecadou, em outubro. Isso é fruto da responsabilidade fiscal", escreveu o presidente no Twitter. "É assim que tem que ser e esse é o espírito da lei do Teto de Gastos. E com a aprovação da reforma da Previdência, manteremos esse equilíbrio", completou.

O governo central registrou um superávit primário de R$ 5,191 bilhões em outubro, o primeiro resultado positivo desde abril. O resultado, que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, sucede o déficit de R$ 22,725 bilhões de setembro.

Mesmo beneficiado pela alta de receitas no mês, especialmente com a entrada de R$ 5 bilhões do Refis, e pela antecipação do pagamento de precatórios para o primeiro semestre do ano, o resultado foi menor que o saldo positivo de R$ 40,814 bilhões de outubro de 2016 - que, por sua vez, foi inflado pelos recursos do programa de repatriação (R$ 46,8 bilhões).

O resultado de outubro ficou acima das expectativas do mercado financeiro, cuja mediana apontava um superávit de R$ 3,700 bilhões, de acordo com levantamento do Projeções Broadcast junto a 21 instituições financeiras. O dado do mês passado ficou dentro do intervalo das estimativas, que foram de déficit de R$ 2,700 bilhões a um superávit de R$ 14,380 bilhões.

Negociações

O presidente segue focado nas articulações em torno da reforma da Previdência. Apesar do susto na saúde, o presidente não diminuiu o ritmo como se esperava e segue com agenda aberta para receber líderes partidários e parlamentares, tentando convencê-los da necessidade de votar a Previdência ainda este ano.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo