Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Parlamento brasileiro "fará sua parte" pela reforma , diz Roberto Marinho

O Secretario Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, afirmou em postagem no Twitter, hoje, que deputados e senadores farão "a parte" deles pela aprovação da reforma proposta pelo governo federal.

"O parlamento brasileiro, mais uma vez, fará sua parte para retomarmos o crescimento e devolvermos o Brasil para os seus legítimos donos, o povo", disse. Ainda de acordo com o tweet, Marinho avalia que "a nova previdência não é pauta apenas do governo, é pauta do País e como tal precisa ser encarada".

Há pouco, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou que continuará no processo de aprovação da reforma, dialogando com deputados, mas que não cabe a ele construir a base de apoio do governo para aprovar a proposta. Para o parlamentar, o Planalto precisa assumir a liderança na articulação.

Nesta semana, Maia entrou em conflito com o filho do presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), e chegou a ameaçar que deixaria a articulação política a favor da reforma da Previdência, fato que teria desagradado o ministro da Economia, Paulo Guedes. Questionado sobre o ocorrido, Maia disse hoje, em Brasília, que este assunto já é "página virada" e é necessário mostrar que o governo sairá de conflitos nas redes sociais para voltar ao mundo real.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo