Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Prêmio Sercomtel de Inovação tem 45 inscritos

(foto: Pixabay) - Prêmio Sercomtel de Inovação tem 45 inscritos
(foto: Pixabay)

O prazo de inscrição para o 1º Prêmio Sercomtel de Inovação terminou na última sexta-feira (4) e os 45 trabalhos que estão na disputa têm em comum a aplicação da tecnologia da informação e da comunicação. Os inscritos representam 21 instituições de ensino do Paraná instaladas em Curitiba, Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Cornélio Procópio, Pato Branco, Campo Mourão, Cianorte, Ivaiporã, São José dos Pinhais, Paranavaí e União da Vitória.

São TCCs (Trabalhos de Conclusão de Curso) e monografias de formandos de vários cursos que agora serão avaliados pela comissão julgadora do evento.
 O Prêmio tem idealização da Sercomtel Participações, empresa do grupo Sercomtel, e é organizado pelo Sindicato da Indústria da Tecnologia da Informação do Paraná (SINFOR) em parceria com o SENAI.

A iniciativa oferece o total de R$ 24 mil em prêmios aos três primeiros lugares e, além dos autores vai contemplar, de forma inédita, os professores que orientaram os trabalhos. Entre os inscritos a expectativa é grande, como relata Thiago Varasquim, de Campo Mourão: "Eu sei que vão aparecer projetos espetaculares, mesmo que eu não fique entre os três primeiros colocados, é uma grande oportunidade para que o meu trabalho seja visto por possíveis compradores”.

Potencial Inovador

“O objetivo da Sercomtel com este Prêmio é incentivar a pesquisa, reconhecer, divulgar e apresentar novos talentos ao mercado. O Paraná vive um momento positivo no setor da tecnologia com a instalação de novas empresas e fortalecimento da produção”, afirma o presidente da Sercomtel, Guilherme Casado.

O presidente do Sinfor, Marcus Von Borstel avalia que o número de inscritos para o 1o. Prêmio Sercomtel de Inovação foi muito positivo e superou as expectativas, considerando que são trabalhos já concluídos, já apresentados ou prontos para serem apresentados em banca acadêmica. “Isso vem reforçar o potencial inovador paranaense, onde só no norte do Estado estão mais de mil empresas do segmento”.

A relação de inscritos aponta também os núcleos de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) que estão se formando no Estado – tanto na área acadêmica como na área empresarial: 10 trabalhos são oriundos da escola superior de tecnologia de Pato Branco, cidade que fortalece seu novo polo tecnológico no sudoeste do Paraná; 10 trabalhos são de graduados de Curitiba, metrópole que conta com grandes empresas que produzem e utilizam a tecnologia, e 10 são de Londrina, que na última década vem confirmando sua nova vocação e capacidade de produção nos setores de tecnologia da informação.

Julgamento

A comissão julgadora que avalia os trabalhos é presidida pelo Secretário Estadual de Ensino Superior, Ciência e Tecnologia, João Carlos Gomes, e conta com representantes da Copel, Sercomtel, Celepar, Lactec, Senai, Sebrae, Fiep, o APL-TI de Londrina e Sinfor.

O anúncio do vencedor será no dia 2 de dezembro, durante solenidade especial, mas antes disso os trabalhos participantes do Prêmio Sercomtel de Inovação serão apresentados na ECO.TIC 2016, um dos maiores eventos paranaenses de Tecnologia, que acontecerá nos próximos dias 22, 23 e 24 deste mês, em Londrina, no espaço Villa Planalto, em Londrina.

(com assessoria de imprensa)