Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Queda generalizada de indicadores industriais causa bastante preocupação, diz CNI

O economista Marcelo Azevedo, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), afirmou nesta quinta-feira, 1º de dezembro, que a queda generalizada dos indicadores industriais em outubro "causa bastante preocupação". "Está cada vez mais claro que a indústria está com muitas dificuldades. Imaginávamos que o fundo do poço para o setor estava chegando e, agora, voltamos a ter uma queda forte nos indicadores", afirmou.

Conforme os dados divulgados na manhã desta quinta pela CNI, o faturamento real da indústria cedeu 3,3% em outubro ante setembro, na série com ajuste sazonal, e despencou 18,0% ante outubro do ano passado.

Já o emprego na indústria caiu 0,6% na margem e 6,0% na comparação anual. Na prática, em meio à crise, a indústria segue faturando menos e demitindo trabalhadores.

A utilização da capacidade instalada do setor, conforme a CNI, atingiu 76,6% em outubro. É o menor nível histórico para a série com ajuste sazonal.

"Faltam motores para a atividade econômica como um todo. Não conseguimos ver algum estímulo, neste momento, capaz de dar sustentação à indústria", pontuou Azevedo. "2016 vai ser um ano quase tão negativo quanto 2015. Para 2017, não esperamos uma queda tão forte quanto nos últimos dois anos, mas a retomada será gradual", acrescentou.