Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Reabertura do mercado de Hong Kong é imediata, diz Centro de Segurança Alimentar

A reabertura do mercado de Hong Kong para a carne brasileira é imediata, informa nota do Centro de Segurança Alimentar do país (CFS, na sigla em inglês), divulgada nesta terça-feira, 28, pelo Ministério da Agricultura. O documento diz que, "em resposta às últimas informações fornecidas pelas autoridades brasileiras e ao controle estrito do seu sistema de segurança alimentar", decidiu-se ajustar a restrição às importações do produto brasileiro, limitando-a à carne de frango, congelada e refrigerada, das 21 plantas que foram alvo da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. "Se as autoridades brasileiras fornecerem mais informações das 21 plantas, o centro conduzirá uma reavaliação", acrescenta ou documento.

O governo de Hong Kong informa que recebeu informações sobre as fiscalizações realizadas pelo governo brasileiro após a operação policial, e sobre medidas adotadas com o intuito de assegurar o bom funcionamento do sistema.

O governo brasileiro informou, ainda, que os 21 estabelecimentos sob investigação foram alvo de uma auditoria e disse que não há indícios de que outros frigoríficos autorizados a exportar estejam envolvidos irregularidades.

O governo do Brasil argumentou também que outros países e blocos econômicos continuaram importando a carne brasileira. O governo de Hong Kong, informa a nota, realizou testes em 66 amostras de carne brasileira que chegaram ao país.