Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Reforma tributária nos EUA e indicadores guiam alta das bolsas da Europa

Os mercados acionários europeus fecharam em alta nesta quinta-feira, 16, recuperando-se de fortes perdas nos últimos dias. O movimento otimista se deu em torno de indicadores da região e com a reforma tributária nos Estados Unidos no radar.

O índice pan-europeu Stoxx-600 fechou em alta de 0,81% (+3,09 pontos), aos 385,05 pontos.

Os investidores pausaram a recente pressão vendedora sobre as ações em solo europeu enquanto monitoravam as perspectivas de aprovação da reforma tributária nos EUA. A Câmara dos Representantes irá votar no plenário o plano dos deputados republicanos, enquanto o Comitê de Finanças do Senado avança com a proposta dos senadores, apesar de dúvidas permanecerem após os republicanos desejarem colocar a revogação de parte do Obamacare no plano tributário.

Entre os indicadores divulgados no dia, as vendas no varejo do Reino Unido subiram 0,3% em outubro ante setembro, acima da previsão de analistas, que esperavam avanço de 0,1%. O dado deu fôlego à libra esterlina, mas não impediu que o índice FTSE-100 fechasse em alta de 0,19%, aos 7.386,94 pontos.

Também foi monitorada pelos investidores a inflação ao consumidor medida pelo índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês), que teve alta de 0,1% em outubro ante setembro, avançando 1,4% na comparação anual, de acordo com a agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. Além disso, as vendas de carros novos na UE avançaram fortemente em outubro, voltando a crescer após queda em setembro. De acordo com a Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis (ACEA), os registros de carros novos no bloco aumentaram 5,9% em outubro ante igual mês do ano passado, a 1,17 milhão de unidades.

Em Frankfurt, o índice DAX se beneficiou das vendas de veículos novos e fechou em alta de 0,55%, aos 13.047,22 pontos. Entre as montadoras, a Daimler subiu 0,20%, a Volkswagen avançou 2,70% e a BMW ganhou 0,04%. Na bolsa de Paris, o movimento foi semelhante com a Renault (+1,34%) e a Peugeot (+1,27%) ajudando na alta de 0,66%, do índice CAC-40, que encerrou o dia em 5.336,39 pontos.

O índice Ibex-35, da bolsa de Madri, fechou em alta de 0,75%, aos 10.088,70 pontos, enquanto em Lisboa o índice PSI-20 avançou 0,22%, aos 5.271,75 pontos. A mesma variação porcentual foi vista no índice FTSE-Mib, da bolsa de Milão, que fechou aos 22.206,60 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo