Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Saída de capital da China diminuiu "notavelmente" em janeiro, diz regulador

A pressão de saída de capital da China diminuiu "notavelmente" em janeiro, de acordo com a Administração Estatal de Câmbio, o regulador de câmbio do país.

Os bancos chineses venderam US$ 19,2 bilhões em divisas em janeiro, em comparação com as vendas líquidas de US$ 46,3 bilhões em dezembro, indicando um declínio no número de empresas e indivíduos que queriam comprar divisas, informou a Administração Estatal de Câmbio.

As incertezas externas podem aumentar a turbulência de curto prazo no mercado financeiro global, mas não mudarão os fluxos transfronteiriços da China no longo prazo, disse o regulador. Os fluxos de capital ganhariam o apoio dos fundamentos econômicos domésticos, disse.

O volume líquido de capital que deixou a China subiu para cerca de US$ 70,8 bilhões no mês passado, de US$ 51 bilhões em dezembro, economistas do Citi Group escreveram em nota nesta quinta-feira. As saídas do país provavelmente permanecerão grandes nos próximos meses, apertando ainda mais as condições monetárias da China, acrescentaram. Fonte: Dow Jones Newswires.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo