Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Senado dos EUA pode realizar ainda hoje votação inicial de reforma tributária

O pleno do Senado dos Estados Unidos se prepara para um voto inicial sobre o plano de reforma tributária do Partido Republicano ainda nesta quarta-feira, após mais legisladores dizerem que podem apoiar a medida, após algumas mudanças terem sido feitas. A votação de hoje é um prelúdio para a aprovação da lei, que pode começar a ocorrer na quinta-feira.

A lei precisa de 50 votos para ser aprovada. No caso de potencial empate, o voto de Minerva caberia ao vice-presidente do país, Mike Pence. Os republicanos detém 52 cadeiras no Senado, enquanto nenhum dos democratas deve apoiar a medida.

Os cortes de impostos planejados representam US$ 1,4 trilhão ao longo de dez anos. As mudanças reduzem os impostos para as pessoas físicas e jurídicas, eliminam muitas isenções tributárias e dobram o valor de uma propriedade isenta de taxas. A lei pode ainda repelir a obrigação de que a maioria das pessoas tenha seguro-saúde ou pague uma multa, o que recebe fortes críticas dos democratas.

Alguns senadores republicanos que viam com ceticismo a medida passaram a apoiá-la. Os senadores Bob Corker, James Lankford e Jeff Flake defendem um plano segundo o qual haveria elevação automática de impostos caso a reforma tributária levasse a déficits maiores. Há, porém, alguns republicanos que relutam em apoiar a iniciativa, como o senador Steve Daines, que disse não estar ainda pronto a votar pelo início oficial dos debates no Senado sobre o tema.

Será preciso ainda conciliar a versão do Senado com a da Câmara dos Representantes, aprovada anteriormente. Fonte: Dow Jones Newswires.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo